domingo, 28 de fevereiro de 2010

LUTO NA CULTURA BRASILEIRA

José Mindlin (1914-2010)

O empresário e bibliófilo José Mindlin morreu neste domingo, 28, em São Paulo, aos 95 anos. Ao longo de 80 anos, ele reuniu a biblioteca particular mais importante do País.

Foto: J.F.Diório - Arquivo/AE - 28/02/2010


“Além do conteúdo, edição, encadernação, diagramação, tipografia, ilustração, ou papel, o livro exerce sobre mim uma tração física. Não me satisfaz ver um livro numa vitrine, sem poder pegá-lo. Minha tese é que a gente deve poder tocar naquilo que gosta, sentir objetos e pessoas. (...) vale a pena assinalar que o começo da imprensa encontrou, ou despertou, uma sede de saber inesperada, e provocou uma revolução na difusão do conhecimento, comparável, se não superior, à que representou a introdução da informática. Basta dizer que nesse período foram publicados no ocidente cerca de trinta e cinco mil títulos, com tiragens médias de duzentos a trezentos exemplares, o que representou o surgimento de mais de dez milhões de volumes, num mundo muito menor, e quando em toda a Europa a maior parte da população era analfabeta!"

CODA: in Uma vida entre Livros, 1997, José Mindlin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário