sábado, 27 de fevereiro de 2010

Quase-Ser-tão e Guimarães Rosa

(...)

“A língua e eu somos um casal de amantes que juntos procriam apaixonadamente, mas a quem até hoje foi negada a benção eclesiástica e científica. Entretanto, como sou sertanejo, a falta de tais formalidades não me preocupa. Minha amante é mais importante para mim.”

CODA: Guimarães Rosa apud Martins, N. S. O léxico de Guimarães Rosa. SP, Edusp, 2001, cit. Análise do Discurso & Literatura, Renato de Mello, organizador; Faculdade de Letras da UFMG, 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vladimir, Wim e Bruno. Existe vida inteligente.

A MORTE DE UM ATOR VLADIMIR SAFATLE Pode-se dizer que foi o momento mais maduro de uma carreira que trazia atrás de si uma sequênc...