segunda-feira, 1 de março de 2010

Uma dica: Histórias de mulheres


Rosa Montero é uma escritora nascida em Madri, em 1951, que já recebeu vários prêmios por sua produção literária. É colunista do jornal El país desde 1976, e tem alguns títulos publicados no Brasil. Queremos destacar A louca de casa, de 2004, que recebeu o prêmio Grinzane Cavour de literatura estrangeira e o prêmio Qué Leer de melhor livro espanhol. Em Histórias de Mulheres, Rosa traça os perfis de quinze mulheres extraordinárias, que têm em comum o fato de terem se afastado por completo das normas, com a coragem de levar à tona as mudas aflições femininas de suas épocas. Encontramos Agatha Christie e Simone de Beauvoir, George Sand e Frida Kalo, Camille Claudel e as irmãs Brontë, entre outras. O texto é firme, corajoso, bem escrito; a pesquisa é consistente, e Rosa consegue uma interessantíssima análise. Rosa Montero é a dica de Quase-Ser-Tão.


“(...) e porque o amor, em qualquer caso, consiste em cegar-se ante o engano e em ver o outro não como este na realidade é, mas como diz ser, em sua representação (como uma atriz, como um ator) do papel que nossos desejos lhe atribuem.” (História de Mulheres, Agir, RJ, 2008, pag. 129)

Nenhum comentário:

Postar um comentário