sexta-feira, 23 de abril de 2010

Dia do Choro

Há 113 anos, no dia 23 de abril de 1897, nascia Alfredo da Rocha Vianna, que o mundo viria a conhecer por Pixinguinha. O nascimento de Pixinguinha marca o dia nacional do Choro, estilo genuinamente brasileiro e que o gênio da flauta e do sax ajudou a consolidar e de certa forma revolucionar.

A dica é: Pixinguinha de bolso – Marcelo Gonçalves e Henrique Cazes. Grande trabalho, no melhor estilo Pixinguinha, com o melhor do improviso, e a excelência musical.


CARINHOSO

Meu coração, não sei por que
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim
Foges de mim

Ah se tu soubesses como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim

Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor dos lábios meus a procura dos teus
Vem matar essa paixão que me devora o coração
E só assim então serei feliz
Bem feliz

Ah se tu soubesses como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim

Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor dos lábios meus a procura dos teus
Vem matar essa paixão que me devora o coração
E só assim então serei feliz
Bem feliz

Aproveite e ainda curta Marisa Monte e Paulinho da Viola:


Respectivamente Henrique e Marcelo, grandes músicos. Imperdíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário