quinta-feira, 8 de abril de 2010

Grande Ser Tão...

Riobaldo - óleo sobre madeira Renan Xavier


“Compadre meu Quelemém me hospedou, deixou meu contar minha história inteira. Como vi que ele me olhava com aquela enorme paciência – calma de que minha dor passasse; e que podia esperar muito longo tempo. (...) Narrei ao senhor, no que narrei o senhor talvez até ache mais do que eu, a minha verdade.”
(in Grande Sertão Veredas, Guimarães Rosa, Nova Fronteira, RJ, 1998)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A PRIMEIRA VEZ

(TERCEIRO CONTO DO LIVRO 'INCONTÁVEIS') A PRIMEIRA VEZ Ele bate a coronha da arma na minha cabeça e fico momentan...