terça-feira, 27 de abril de 2010

LITERATURA NO QUINTAL

“Os que amam ardentemente os livros constituem sem que saibam uma sociedade secreta. O prazer da leitura, a curiosidade por tudo e uma maledicência sem idade os une.
Suas escolhas não correspondem jamais às dos comerciantes, dos professores ou das academias. Eles não respeitam o gosto alheio e se refugiam antes nos interstícios e nas dobras, na solidão e no esquecimento, nos confins do tempo, nos costumes apaixonados, nas zonas de sombra.
Formam para si mesmos uma biblioteca de vidas breves. Lêem-se entre, no silêncio, à luz das candeias, no recanto da biblioteca, enquanto a classe de guerreiros se mata ruidosamente e a dos comerciantes se entredevora, esbravejando sob a luz que cai a prumo sobre as praças dos burgos.”


CODA: Pascal Quignard, citado por Ruth Silviano Brandão em A vida escrita, 7Letras, RJ, 2006.

(foto: Literatura no Quintal, Clube de Arte Quase-Ser-tão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário