sexta-feira, 14 de maio de 2010

artistasseresdetodasaslinguagens



leornardcohenpoesiamúsicarockjazzdançavalsatangofedericogarcíalorca:HOMENS



"A Thousand Kisses Deep"

The ponies run, the girls are young,
The odds are there to beat.
You win a while, and then it’s done –
Your little winning streak.
And summoned now to deal
With your invencible defeat,
You live your life as if it’s real,
A Thousand Kisses Deep.

I’m turning tricks, I’m getting fixed,
I’m back on Boogie Street.
You lose your grip, and then you slip
Into the Masterpiece.
And maybe I had miles to drive,
And promises to keep:
You ditch it all to stay alive,
A Thousand Kisses Deep.

And sometimes when the night is slow,
The wretched and the meek,
We gather up our hearts and go,
A Thousand Kisses Deep.

Confined to sex, we pressed against
The limits of the sea:
I saw there were no oceans left
For scavengers like me.
I made it to the forward deck.
I blessed our remnant fleet –
And then consented to be wrecked,
A Thousand Kisses Deep.

I’m turning tricks, I’m getting fixed,
I’m back on Boogie Street.
I guess they won’t exchange the gifts
That you were meant to keep.
And quiet is the thought of you,
The file on you complete,
Except what we forgot to do,
A Thousand Kisses Deep.

And sometimes when the night is slow,
The wretched and the meek,
We gather up our hearts and go,
A Thousand Kisses Deep.

The ponies run, the girls are young,
The odds are there to beat . . .





(….)
COMO FALAR POESIA
Pegue a palavra borboleta. Para usar essa palavra não é preciso fazer sua voz pesar menos de uma grama ou adorná-la com pequenas empoeiradas. Não é preciso inventar um dia de sol ou um campo de narcisos. Não é preciso estar apaixonado, ou estar apaixonado por borboletas. A palavra borboleta não é uma borboleta de verdade. Há a palavra e há a borboleta. Se você confundir essas duas coisas as pessoas terão o direito de rir de você. Não faça tanto da palavra. Você quer sugerir que ama as borboletas mais do que qualquer um, ou que realmente entende a sua natureza? A palavra borboleta é apenas um detalhe. Não é uma oportunidade para você flutuar, elevar-se, ficar amigo das flores, simbolizar beleza e fragilidade, ou de qualquer forma personificar uma borboleta. Não interprete as palavras. Jamais interprete as palavras. Jamais tente sair do chão quando falar em voar. Jamais feche os olhos e solte a cabeça para o lado quando falar de morte. Não me olhe com olhos ardentes quando falar de amor. Se quiser me impressionar quando falar de amor coloque a mão no bolso ou debaixo de seu vestido e se divirta. Se a ambição e a sede de aplausos te fazem falar de amor você deve aprender a fazer isso sem envergonhar a si mesmo ou ao material.
Qual atitude a época espera? A época não espera atitude alguma.
(...)
In Atrás das linhas inimigas do meu amor, Leonard Cohen, 7letras, RJ, 2007.



Huida de Nueva York: Pequeño vals vienés

Federico García Lorca

En Viena hay diez muchachas,
Un hombro donde solloza la muerte
Y un bosque de palomas disecadas.
Hay u fragmento de la mañana
En el museo de la escarcha.
Hay un salón con mil ventanas.
¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals con la boca cerrada.
Este vals, este vals, este vals,
De sí, de muerte y de coñac
Que moja su cola en el mar.
Te quiero, te quiero, te quiero,
Con la butaa y el libro muerto,
Por melancólico pasillo, en el oscuro desván del lirio,
En muestra cama de la luna
Y en la danza que sueña la tortuga.
“Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals de quebrada cintura.
En Viena hay cuatro espejos
Donde juegan tu boca y los ecos.
Hay una muerte para piano
que pinta de azul a los muchachos.
Hay mendigos por los tejados.
Hay frescas guirnaldas de llanto.
¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals que se muere en mis brazos.
Porque te quiero, te quiero, amor mío,
En el desván donde juegan los niños,
Soñando viejas luces de Hungría
Por los rumores de la tarde tibia,
Viendo ovejas y lirios de nieve
Por ele silencio oscuro de tu frente.
¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals del “Te quiero siempre”.

In Obra Poética Completa, Federico García Lorca, Martins Fontes, SP, 1996.


Nenhum comentário:

Postar um comentário