quinta-feira, 27 de maio de 2010

Falaremos do corpo.... E. E. Cunnings


I carry your heart with me



E. E. Cummings

I carry your heart with me (I carry it inmy heart)



I am never without it (anywhereI go you go, my dear; and whatever is doneby only me is your doing, my darling)



I fear


no fate(for you are my fate, my sweet)


I want no world (for beautiful you are my world, my true)


and it’s you are whatever a moon has always meantand whatever a sun will always sing is you



here is the deepest secret nobody knows(here is the root of the root and the bud of the budand the sky of the sky of a tree called life; which growshigher than the soul can hope or mind can hide)and this is the wonder that’s keeping the stars apart



I carry your heart (I carry it in my heart)



http://www.youtube.com/watch?v=-8Nxs0alNEI




CODA: Edward Estlin Cummings foi poeta, dramaturgo, pintor, ensaísta. Nasceu em 14 de outubro de 1894 e morreu em 1962. É considerado um grande inovador da linguagem literária. No Brasil, Augusto de Campos dedicou-se especialmente ao poeta americano. Este, costumava assinar seus trabalhos por e.e.cummings, em minúsculas, com o quê já podemos perceber sua liberdade criativa; seus textos incluem o uso de maiúsculas, pontuação, sonoridade, interrupções, etc... criando uma ritmicidade única e bela. Cummings é, ao mesmo tempo, lírico e satírico. Tem uma obra vasta, escreveu cerca de 900 poemas.

(e.e. cummings)

Nenhum comentário:

Postar um comentário