terça-feira, 23 de novembro de 2010

Memoriais 3: Ito, filosofia, mulheres, beatles e vida boa....



Há pouco tempo tivemos uma engraçada e alcoólica discussão filosófica com o jovem e inteligente Bruno (Ito para os íntimos) sobre o significado da McCartney’s song: For no One. Ele se sentia culpado, como todos aqueles que se deixaram sugestionar pelo feminismo reativo. Pois é, eu não ouço assim. Eu ouço que Paul sempre soube que elas mentem quando dizem ‘eu não preciso de você’. A discussão continua aberta. Meu amor por Paul, intocável. Ele não é um ‘ativista’ (para isso tivemos o perfeito John Lennon, e no mais, ninguém é perfeito! oba!), Paul é homem que ama as mulheres, e que não se pergunta ‘afinal o que elas querem?”. Que sejamos cavalheiros? Ohh, just!? Noutras palavras, com licença de Brecht, são os imprescindíveis. I love you, Sir.

For No One
Paul McCartney


Your day breaks,
Your mind aches,
You find that all her words of kindness linger on
When she no longer needs you
She wakes up,
She makes up,
She takes her time and doesn't feel she has to hurry
She no longer needs you
And in her eyes you see nothing,
No sign of love behind the tears cried for no one,
A love that should have lasted years
You want her,
You need her,
And yet you don't believe her when she says her love is dead
You think she needs you
And in her eyes you see nothing
No sign of love behind the tears cried for no one,
A love that should have lasted years
You stay home,
She goes out,
She says that long ago she knew someone, but no ne's gone
She doesn't need him
Your day breaks,
Your mind aches,
There will be times when all the things you said will fill your head
You won't forget her
And in her eyes you see nothing
No sign of love behind the tears cried for no one,
A love that should have lasted years




ps. thanks, Sarah! I love you.

5 comentários:

  1. Hehehehe, sem dúvida foi a mais profunda e divertida divagação beatlemaníaca que eu já tive. Na época eu só conseguia ver essa música com esse tom de "Meu amigo, essa daí já era.". Mas hoje, quando eu leio "She says that long ago she knew someone, but now he's gone, she doesn't need him" pra mim fica um pouco evidente o desejo dessa moça de superar algo insuperável. Hehe. Sair de casa e falar sobre algo que vc "já superou" é uma prova clara de que vc não esqueceu porcaria nenhuma! =)
    Acho que com o tempo a gente vê que nenhum sentimento é tão volúvel ou efêmero assim... Ainda bem né!
    Adorei ser citado Magda, saudades das nossas infinitas divagações!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. hehehe, ei Ito, que bom, que saudade das profundezas metafóricas do supérfluo, rsss, pois é, então, diria, aproveitando a deixa, eu acho que você é um homem que gosta das mulheres, e até (oh!!!) as entende, e fica neste trem de homem não fala em sabão em pó, homem fala em futebol....(rs, fiquei sabendo, né?), but... te conto, adoro futebol, de sabão em pó nem tanto,ou... será que eu gosto mesmo é de homem? rs, saudade grande....

    ResponderExcluir
  3. Hahahahah! Mas poxa, dois marmanjos sentados em uma lanchonete 8 horas da manhã discutindo se vale a pena usar amaciante ou não é foda né? Sinal dos tempos.
    Bom, eu devolvi sua homenagem na forma que eu entendo melhor... eu acho... Música!

    http://itoemroraima.tumblr.com/post/1686805523/bom-aproveitando-a-homenagem-beatlemaniaca-que-a

    É só dar PLAY!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ito, isso tá lindo!! muchas gracias, sério, agora vou de repente pra Roraima ouvir for no one, mas aqui... acho fantástico sinal dos tempos dois marmanjos discutirem se vale a pena usa amaciante ou não, assim a gente pode trocar muito mais figurinhas, por exemplo, eu acho que vale a pena usar amaciante pra ficar mais fino, cheiroso, etc... rs, isso tudo é muito legal!

    ResponderExcluir
  5. Que bom que você gostou Magda! Hehe!
    Bom, eu também não vejo problemas em falar sobre amaciante, eu estava apenas satirizando esse evento novo na minha vida, hehe. Eu aguentei fazer limpeza da casa nos dois primeiros meses, mas agora contratei uma faxineira para me ajudar porque o negócio não é fácil não... Atualmente eu só lavo roupa e passo (ok, a máquina lava. Mas passar sou eu que passo mesmo!).
    Assim que eu me estabilizar aqui, ter um carro e conhecer melhor a região eu vou começar a convidar as pessoas pra passear com certeza! Acho que tem muita coisa legal por aqui sim =)
    Beijos Magda!

    ResponderExcluir