quinta-feira, 7 de abril de 2011

Acorde 2


Ele nasceu na Floresta Negra. Nasceu, mas não vive mais lá. Mas a floresta viveu nele por muito tempo. Ele morreu? Quase. Ele quase morre sempre. É um sobrevivente. Você o ama? Ele me amou. Mais ainda. Ele me amará sempre. É tão bom. Eu sou forte. Melhor, ele me faz forte. Ele é bom. Há sempre música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hilda, a mulher de coragem

Hoje, terça feira, 10 de abril: LETRA EM CENA A professora Eliane Robert de Moraes analisa a obra de Hilda Hilst. Nesta terça-feira (10)...