quarta-feira, 11 de maio de 2011

CANNES 2011:

 A princípio: Woody Allen e Chico Buarque!! SÓ NO CINEMA!!


Começa hoje o maior evento de cinema do mundo. O 64.º festival de cinema de Cannes vai até o dia 22. O novo Woody Allen, "Midnight in Paris", estrelado por Carla Bruni abre a festa, que se encerra com Christophe Honoré, "Les Bien-Aimés", estrelado pela única Catherine Deneuve. ‘Midnight in Paris’, ambientado na capital francesa, será exibido fora de competição (assim como o novo de Jodie Foster e Piratas do Caribe 4, exibidos pela primeira vez no festival). Entre os cineastas que concorrem à Palma de Ouro estão Pedro Almodóvar, Terrence Malick, Lars Von Trier, os Irmãos Dardenne, Aki Kaurismäki, Nanni Moretti, Takashi Miike e Naomi Kawase.
 O Brasil não concorre à Palma, mas participa. Marco Dutra e Juliana Rojas vão apresentar "Trabalhar Cansa" na mostra ‘Un Certain Regard’, que integra a seleção oficial, e Karim Aïnouz exibe "O Abismo Prateado", inspirado em canções de Chico Buarque, na Quinzena dos Realizadores. Outros dois filmes brasileiros também estarão em Cannes/2011: o média-metragem Permanências, de Ricardo Alves Junior (lançado e premiado no festival Janela Internacional de Cinema do Recife); e o curta Duelo antes da noite, de Alice Furtado.

O festival de 2011 introduz novidades importantes - uma Palma de Ouro especial, que será atribuída a um grande artista que nunca venceu o prêmio (e o italiano Bernardo Bertolucci será o homenageado) e põe o foco no Egito. Não apenas isso - os 40 anos de "A Laranja Mecânica" serão lembrados com a exibição, em Cannes Classics, da cópia restaurada do cultuado filme de Stanley Kubrick. Jean-Paul Belmondo, um dos ícones da ‘nouvelle vague’, também recebe homenagem (e o festival mostra a cópia restaurada de "O Magnífico", de Philippe De Broca).

O júri de 2011 é presidido por Robert De Niro e inclui, entre outros, Jude Law, Uma Thurman, Martina Guzman (da Argentina)e o diretor francês Olivier Assayas. O júri da mostra ‘Un Certain Regard’ será presidido por Emir Kusturica. E ainda haverá o júri que vai outorgar a Palma de Ouro dos diretores estreantes presidido pelo coreano Bong Joon-ho.

Quase-Ser-Tão vai ver tudo de perto.

Um comentário: