quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Desvarios de Auster.

Mais uma vez, Paul Auster no Clube. Leitura saborosa, inteligente. Relevante. Sugerimos: não desconheça Paul Auster. Desvarios no Brooklyn.


“É, suponho que sim. E acabaria lamentando essa decisão todos os dias pelo resto da vida. Não pegue esse caminho, Joyce. Tente ir com a corrente. Siga de cabeça erguida. Vá pela sombra. Vote para os democratas em toda eleição que houver. Ande de bicicleta no parque. Sonhe com meu corpo dourado perfeito. Tome suas vitaminas. Beba oito copos de água por dia. Torça pelo Mets. Veja um monte de filmes. Não trabalhe demais no emprego. Venha comigo para Paris. Vá ao hospital quando Rachel tiver dado à luz e segure meu neto em seus braços. Escove os dentes após todas as refeições. Não atravesse a rua com o sinal vermelho. Defenda os pobres e oprimidos. Lute pelo que acha certo. Lembre-se de como você é linda. Lembre-se de quanto eu amo você. Tome um uísque com gelo todos os dias. Respire fundo. Mantenha os olhos bem abertos. Fique longe de comidas gordurosas. Durma o sono dos justos. Lembre-se de quanto eu amo você .”

in Desvarios no Brooklyn, Paul Auster, Companhia das Letras, 2005.



Nenhum comentário:

Postar um comentário