segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Regras da vida: cinema ótimo

Difícil, tocante, necessário. Poucas vezes um filme encarou temas dolorosos com tamanha elegância e seriedade: orfandade, aborto, abuso sexual, incesto, suicídio, preconceitos de ordem diversa. Não se trata de estar ou não de acordo com as teses que dão base ao filme; antes de mais, trata-se de dizer que é possível (e necessário) enfrentar tais temas e fazê-lo com respeito e delicadeza. Mas, que fique claro (é a maior mensagem do filme) tudo isso só é possível com irredutível e imensa ternura para com a vida. Gostaria de dizer que o filme fala de EDUCAÇÃO. São muitas as virtudes de REGRAS DA VIDA: grandes atores (Michael Caine [recebeu na ocasião o Oscar de ator coadjuvante], Toby Maguire e Charlize Theron se destacam com atuações impecáveis. Toby demonstra que é muito mais que o senhor Homem Aranha; Caine, sempre incrível, e Charlize já despontando como a grande atriz que é hoje). A direção é suave e a fotografia, linda. É um filme é sério, para reflexão.  Recebeu sete indicações ao Oscar, com um roteiro [ que ganhou o Oscar de melhor roteiro adaptado) baseado no best seller de John Irving. Se lembrarmos de outros trabalhos do sueco  Lasse Hallström não nos surpreenderíamos: Minha Vida de Cachorro, e Aprendiz de Sonhador (What's Eating Gilbert Grape?, 1993), em que Leonardo di Caprio se revelou, filmes que merecem nossa atenção, e de que ainda falaremos no clube.


 Título original: (The Cider House Rules) /Lançamento: 1999 (EUA) / Direção: Lasse Hallstrom / Atores: Michael Caine, Toby Maguire, Charlize Theron / Duração: 130 min / Gênero: Drama
ar o o

Nenhum comentário:

Postar um comentário