segunda-feira, 26 de setembro de 2011

PORQUE AMAR MIA COUTO:



As Conferências do Estoril têm como objetivo criar um pólo de reflexão de nível internacional sobre os desafios da globalização, com particular atenção à relação entre os domínios global e local.
A iniciativa visa afirmar o Estoril, e Portugal, como ponto de encontro de algumas das mais conceituadas individualidades, organizações internacionais, universidades, centros de investigação e desenvolvimento, think tanks e organizações não governamentais.
Portugal, marcado desde sempre pela confluência de dois espaços marítimos (o Mediterrâneo e o Atlântico), teve, e poderá assim continuar a ter, um papel de primeira linha na aproximação entre povos e regiões e no debate de ideias de modernidade, ecumenismo e universalismo.
Num mundo em mudança acelerada, o reforço da interdependência entre os vários atores e regiões gera simultaneamente oportunidades e desafios que suscitam uma análise cada vez mais profunda. Com uma abordagem inovadora, as Conferências do Estoril incorporam o conceito operativo de «resolução de problemas», partindo do pressuposto que os problemas são globais e que a sua resolução carece simultaneamente de soluções globais e locais. A relação entre global e o local constitui assim um lema comum a todas as edições, definindo-se para cada uma delas um «problema-tema».

Saiba mais sobre as Conferências de Estoril no site:

 
p.s: obrigada, Rodrigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário