quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Primavera e Poesia:


“Difícil delgadez;
¿ Busca el mundo una blanca,
Total, perenne ausencia? (Jorge Guillén)

 
Jorge Guillén Álvarez foi poeta, crítico literário e cronista espanhol da geração de 27, contado entre os vanguardistas. Trabalhou excelentemente a linguagem experimental, em diferentes manifestações. Foi perseguido e preso durante a guerra civil espanhola, exilou-se nos EUA, onde foi professor e escreveu a maior parte de sua obra. Tem nada menos que a admiração de Lorca. Nasceu em Valladolid, em janeiro de 1893 e morreu em Málaga em fevereiro de 1984.

Nenhum comentário:

Postar um comentário