terça-feira, 6 de dezembro de 2011

De Quixotes...


FANTASIA


Como se fosse Dom Quixote,
Em uma viagem colorida,
Em busca de sua amada,
Sempre tão linda e desejada.
Mas, ao anoitecer,
O luar me desperta,
Imagino ser o sol distante,
E você a lua tão oposta.
E ao amanhecer,
Dom Quixote em mim renasce,
Olho para o horizonte,
Quem eu vejo, é você.
Mas, sua beleza me encanta,
Vejo seu rosto em um lago azul,
Como penso ser Dom Quixote,
Fico a me encantar.

In Poetas Brasileiros de Hoje 1986; Josemar José Dias, Shogun Editora e Arte Ltda, RJ, 1986.

Nenhum comentário:

Postar um comentário