quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

de sonho e poesia e livros...



“Dreaming when dawn’s left hand was in the Sky
I Heard a voice within the tavern cry,
‘Awake, my little ones, and fill the cup
Before life’s liquor in is cup be dry”

[Sonhando quando a mão esquerda da aurora
Estava no céu,
Ouvi uma voz gritar dentro da taverna,
‘Acordem, meus pequenos, e encham a taça
Antes que a bebida da vida em sua taça esteja seca.]

(fragmento de Rubaiyat de Omar Khayyam, em tradução de Edward FitzGerald, publicada em Londres em 1859, citada por J.L. Borges, em Esse Ofício do Verso, Companhia das Letras, SP, 2007, com tradução de José Marcos Macedo)

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário