terça-feira, 10 de janeiro de 2012

LEMBRETE:


 Elegia é uma poesia triste, melancólica, especialmente composta como música para funeral, ou um lamento de morte. Geralmente é uma lamentação pelo falecimento de um personagem público ou um ser querido. Vale ressaltar que na elegia também há digressões moralizantes destinadas a ajudar ouvintes ou leitores a suportar momentos difíceis. A rigor, seria um poema composto de versos hexâmetros e pentâmetros alternados.
Ode (canto, em grego) é uma composição lírica, de estrofes de versa igual, sempre de tom alegre e entusiástico, cantada ao som da lira. Caracteriza-se pelo tom elevado e sublime com que trata determinado assunto.
A ode era, na antiguidade clássica, um poema lírico, normalmente de alguma extensão, e de assunto elevado e nobre, expressando sentimentos ilustres, em celebração de algum evento especial. Para além de sentimentos sublimes e majestosos, a ode apresentava também como principais características a elaboração estrófica, bem como formalidade e nobreza no tom e no estilo, o que a tornavam algo cerimoniosa.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário