terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Para Amanda: Quem tem medo de Walt Whitman?

“Quando analiso
A conquistada fama dos heróis
E as vitórias dos grandes generais,
Não sinto inveja desses generais
Nem do presidente na presidência
Nem do ricaço em sua vistosa mansão;
Mas quando eu ouço falar
Do entendimento fraterno entre dois amantes,
De como tudo se passou com eles,
De como juntos passaram a vida
Através do perigo, do ódio, sem mudança
Por longo e longo tempo atravessado
A juventude e a meia-idade e a velhice
Sem titubeios, de como leais
E afeiçoados se mantiveram
- aí então é que eu me ponho pensativo
E saio de perto às pressas
Com a mais amarga inveja.”

In  Folhas das folhas da relva, Walt Whitman, Cantadas Literárias,Brasiliense, 1983.

Nenhum comentário:

Postar um comentário