quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Notas sobre o que está por vir

 9.
Depois do começo, as coisas se complicam verdadeiramente, entretanto é quando elas têm a chance de ficarem realmente boas. Pode-se transformar tudo. Na verdade, é justo dizer que tudo só avançará depois do mágico começo. Sim, todo começo é mágico, e da magia não há nada a dizer, nada a sentir, nada a fazer. As coisas se dão magicamente e pronto, isto é, você estará sempre à margem, você não existe enquanto durar o estado do ‘tudo pronto e mágico’; isto é, você não existe enquanto durar o império da mãe.  Gênio é a mãe, verdade, tanto é que, quando se descobre a mãe, é porque ela foi embora, ela virou gente, assumiu uma forma própria, e foi viver a vida. E é agora que sua vida complica, ou começa, como preferir. Explica-se: o gênio se vai, mas seu silencioso, e aparentemente maravilhoso, trabalho fica. E fica como sagrado, como seu chão, quase seu ser. Desvencilhar-se do sagrado é um trabalho árduo, exige muitas etapas: a descoberta da solidão, a culpa, o rancor, o medo, o desespero e até ódio. Até que chega a hora do amor, do dia a dia, da forma de vida que é você. Sim, depois da magia, para viver você terá de adquirir – diria melhor se dissesse construir - sua forma. E se renomear.

Magda Maria Campos Pinto


Nenhum comentário:

Postar um comentário