sábado, 10 de março de 2012

APRENDENDO A DESAPRENDER:


Todo mundo tem alguma coisa para ensinar; e nós adoramos aprender. Estou lendo aqui muito do que tive que desaprender sozinha e foi difícil pra caramba; Bill Gates pode ajudá-los a cortar caminho:

1.    A vida não é fácil, acostume-se com isso (já se falou isso de outra maneira: a vida não é para amadores, logo pare de copiar e invente logo alguma coisa)

2.    O mundo não está preocupado com sua auto-estima (claro, ela é auto, problema só seu). O mundo espera que você faça alguma útil por ele (mais que justo, ele te suporta) ANTES de sentir-se bem com você mesmo... (o mundo é, antes de mais, um reflexo seu... loucura insistir em ser reflexo do mundo, as imagens ficam desfocadas, sobrepostas, e você com um idiota a mais – no sentido rigoroso do termo)

3.    Você não ganhará 20.000 por mês assim que sair da escola (talvez não precise ganhar nunca, se você conseguir escapar da idiotice relatada no item 2) Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone antes que você  mesmo possa comprar seu carro e seu telefone (se você não for realmente idiota pode ser que nem te interesse ser vice de coisa alguma, pois já terá aprendido a desejar algo mais interessante, tipo coisa que ninguém desejou antes)

4.     Se você acha seu professor rude, espere até ter seu CHEFE, ele não terá pena de você. (brutalidade de ninguém é problema seu; se você ficar nessa linha e for muito bem sucedido, acabará sendo um ditadorzinho de merda de um imperiozinho medíocre, ou seja, melhor um professor rude que será logo esquecido e você livre pra cuidar de sua própria brutalidade; já se disse: cuidado com os espelhos)

5.    Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social (aliás, o próprio Gates ajudou a destruir essa história de classe social – ainda bem). Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade (pois já aprenderam que trabalho é trabalho e pronto. Nada mais. E ainda mais, no tempo deles trabalho até podia ser divertido porque tinham tempo; hoje, seu trabalho nunca será tranquilo, você terá que aprender muito mais do que só trabalhar)

6.    Se você fracassar não é culpa de seus pais; então não lamente seus erros, aprenda com eles. (aliás, fracasso mesmo, e eterno, é responsabilizar quem quer que seja pela sua vida. Mero atestado de dependência infantil)

7.    Antes de você nascer seus pais não eram críticos como agora; eles só ficaram assim por pagarem suas contas, lavarem suas roupas e ouvirem você dizer que eles são ridículos. Então antes de salvar o planeta para as próximas gerações querendo consertar os erros das gerações de seus pais, tente limpar seu próprio quarto. (quantos quartos limpos, sem lixo e organizados, precisaremos para ter um mundo mais limpo e transparente? Acho que um quinto dos quartos imundos com os quais temos de conviver já mudaria o equilíbrio do planeta. Orelhas limpas também fazem muita falta)

8.    Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas na vida não é assim. Em algumas escolas você pode repetir mais de ano, e ter quantas chances precisar até acertar. Isso não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido. Faça certo da primeira vez. (isso é lógico e banal; uma escola pode ser completamente idiota, a vida não é. E no mais, pode nem ser uma questão ser despedido, mas é questão de economia: se você sabe fazer, e faz certo da primeira vez, economiza TUDO. Se não sabe, aprenda antes de fazer)

9.    A vida não é dividida em semestres (calendário é mito...), você não terá sempre os verões livres (muitas vezes é bem melhor estar livre nos invernos, ou nas primaveras, e até mesmo nos outonos... você deveria ter o direito de escolher suas estações de liberdade [do trabalho, só do trabalho, naturalmente) e é pouco provável que os outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período (afinal eles não são idiotas, e você vai se encher caso um deles comece a te pedir isso)

10. A TELEVISÃO não é vida real; na vida real as pessoas têm que sair do barzinho e da boate e irem trabalhar. (se você conseguir ser o diretor da sua vida, você poderá inclusive fazer o contrário, e sair do trabalho para ir ao bar; terá apenas que aprender a distinguir: você mesmo e os outros)

11. Seja legal com os CDFs (aqueles estudantes que os demais julgam uns bobos). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um deles. (seja legal com todo mundo, afinal se achar é uma babaquice; e não há NENHUMA possibilidade de você não trabalhar PARA alguém; pense bem: trabalhar por conta própria é ter incontáveis patrões. E no mais, a vida não é trabalho... deixe de ser idiota e aprenda o mais difícil da vida: ir além do trabalho... e inventar (alguma coisa que ninguém imaginara, nem acreditara, nem precisara..., humm, tipo tipo computador doméstico, quem sabe?)

P.s1: obrigada, Débora.
P.s2: comentários meus.
                             

Nenhum comentário:

Postar um comentário