quinta-feira, 1 de março de 2012

‘A RESSURREIÇÃO’ de Piero della Francesca: a incrível história da mais bela pintura do mundo

‘A Ressurreição’ é uma obra do mestre renascentista italiano Piero della Francesca, executada por volta de 1496. Está na capela da cidade de Sansepolcro, na Toscana, cidade natal do pintor. O nome da cidade deriva da lenda de que, no século IX, dois peregrinos teriam trazido relíquias do Santo Sepulcro da Terra Santa.
Os contrastes se impõem e hipnotizam: a figura icônica, central, ereta, viva e enigmática do Cristo, os adormecidos (ou esmagados, como disse um crítico de arte) soldados da vigília, a paisagem invernal, triste e morta, à esquerda; florescente e colorida, à direita. Um sentimento de intemporalidade se impõe. E o mistério nos arrasta.
Por outro lado, a história da pintura também impressiona. Aldous Huxley referiu-se a ela como ‘a pintura mais bela do mundo’. Durante a segunda guerra, o capitão britânico Anthony Clarke recebeu a ordem de bombardear a cidade; iniciado o ataque, o comandante lembrou-se do livro de Huxley, e suspendeu o bombardeio. Em seguida, os alemães se retiraram e Clarke entrou na cidade à procura da pintura encontrando-a intacta. No século XVIII, a capela é destinada a outros fins, e o quadro foi recoberto com gesso e tinta. Décadas depois,  redescoberto por outro inglês, amante das artes e pesquisador das obras da Renascença, foi restaurado. Piero Della Francesca, membro de uma família italiana aristocrática e célebre, também se revelou estudioso da perspectiva e inovador dos métodos do desenho. Seu trabalho é grandioso e original.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário