domingo, 1 de abril de 2012

Aviso 2:

Carta da montanha

Ergui minha choupana entre as nuvens espessas.
Que o pó do mundo apague as marcas dos meus passos.
Não me pergunte como passa o tempo.
Flui o arroio à janela; à cabeceira, os livros.
(Li Kiu-Ling)

In 31 poetas 214 poemas, Uma antologia Pessoal de poemas traduzidos, Décio Pignatari, Companhia das Letras, SP, 1997.


Nenhum comentário:

Postar um comentário