segunda-feira, 28 de maio de 2012

CECÍLIA MEIRELES PARA LÓRI I



(...)
“E esse foi o meu estudo
Para o ofício de ter alma;
Para entender os soluços,
Depois que a vida se cala.
- Quando o que era muito é único
e, por ser único, é tácito.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário