quarta-feira, 22 de agosto de 2012

CONTINUANDO NOSSO ESTUDO: (e de olho no julgamento do Mensalão):


(...)
BOBO: (Canta) Quem ainda não caiu em desatino
Olalá, com tal chuva e ventania
Deve ficar feliz com seu destino
Mesmo que chova chuva noite e dia.
LEAR: É verdade, rapaz. Vamos, me leva a essa cabana! (sai com Kent)
BOBO: Esplêndida noite, capaz de esfriar até uma cortesã! Antes de ir embora vou fazer uma profecia:
Quando os padres só falarem o que exalte
Cervejeiros não puserem água no malte
As damas ensinarem honra às freiras
Homem de bem não ficar engalicado
Só ficarem os que andam com as rameiras
Não houver cavalheiro endividado
Nem escudeiro vivendo na miséria
Todo processo for bem processado
Não existir intriga deletéria
Nem amigos do alheio no mercado.
Avarentos contarem o dinheiro à luz do dia
Decaídas e devassos não estiverem
No mais alto grau da hierarquia
Aí este reino de Albion
Vai ser só o que é bom
Será esse o tempo, quem vier verá,
Em que para andar, os pés se usará.
Merlino fará esta profecia, um dia, pois eu vivo antes do seu tempo. (Sai) (...)

 In Rei Lear, William Shakespeare, Tradução de Millôr Fernandes, L&PM, PA, 2001
 

p.s 1:  Engalicado: Adj. e subst. masc.: ‘que ou o que contraiu o mal-gálico ('sífilis'); sifilítico, luético. Forma paralela: galicado’.
p.s 2: Queremos prestar nossa sincera homenagem ao SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL pelo ilustre e digníssimo desempenho nesse momento crucial de nossa garrida pátria. 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário