quarta-feira, 19 de setembro de 2012

PRESENTE PARA O GRUPO DE ESTUDOS:



INSTRUÇÕES PARA CANTAR

Comece por quebrar os espelhos de sua casa, deixe cair os braços, olhe vagamente a parede, esqueça. Cante uma nota só, escute por dentro. Se ouvir (mas isto acontecerá muito depois) algo como uma paisagem afundada no medo, com fogueiras entre as pedras, com silhuetas seminuas de cócoras, acho que estará bem encaminhado, e do mesmo modo se ouvir um rio por onde descem barcos pintados de amarelo e preto, se ouvir um gosto de pão, um tato de dedos, uma sombra de cavalo.
Depois compre cadernos de solfejo e uma casaca e, por favor, não cante pelo nariz e deixe Schumann em paz.

In Histórias de Cronópios e de Famas, Julio Cortázar, Civilização Brasileira, RJ, 1973.

 P.S: dica : WeirdFictionReview.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário