domingo, 30 de dezembro de 2012

SÉRIE BITS: MPB + vigília com Paulo César Pinheiro

 

Samba do perdão
Paulo C. Pinheiro/Baden Powell
Mais uma vez, amor
A dor chegou sem me dizer
Agora que existe a paixão
A hora não é de sofrer
Mas quem quer pedir perdão
Não deixa a tristeza saber
E no entanto a tua falta
Invada meu coração

Mas a vida ensina a crer e a perdoar
Quando o amor valer e o nosso
É tão grande que eu já nem sei
Tenha pena das penas que eu já penei

Não desprezas mais
O meu padecer
Afasta a melancolia, a solidão
Já não cabe mais no meu violão

Tanta mágoa assim
Que eu vou morrer
Soluço eterno, pedir no coração
Só quem morre de amor, pede perdão


Nenhum comentário:

Postar um comentário