quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

PRESENTE DO ANANIAS:

Link de um texto muito interessante para uma parcela específica da população pátria:

http://colunas.revistaepoca.globo.com/mulher7por7/2010/10/30/como-a-classe-media-alta-brasileira-e-escrava-do-alto-padrao-dos-superfluos/ 

  p.s: obrigada, Ananias. Faço um comentário apenas: com as devidas medidas e as perspectivas bem postas, a reflexão está longe de aplicar-se 'a um determinado público'. Os que têm menos dinheiro têm certeza de que devem ter muito mais, de que há algo errado com eles, que eles precisam de tudo aquilo que aquele lá, ou ali, ou aqui... tem. Ou melhor, tudo aquilo que ele faz. Pois penso que 'o que estão fazendo com o que têm é que acaba estabelecendo irrefletidamente a coisa certa da vida'. Então, a maioria vive, literalmente, correndo atrás disso aí ... sem fôlego, sem paz, sem sentido... . Apenas correndo atrás. De nada. Mais perdidos, mais doentes, menos gente. Thank you.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NO FUNDO NÃO HAVIA ÁGUA ou ENTRE O SUJEITO E A COISA

( nota prévia: esse é o primeiro conto do livro INCONTÁVEIS,  de que publicamos o prefácio antes. Como dissemos é um livro denúncia. Denú...