quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

BERLINALE/2013 COMEÇA HOJE:


 O festival de cinema Berlim/2013 começa hoje e termina em 17 defevereiro, numa jornada que exibirá 404 filmes de 70 países durante 10 dias. Dentre esses, 19 disputarão o Urso de Ouro. Em seus mais de sessenta anos de existência o Bernilale destacou-se sempre por apresentar o cinema também como maneira privilegiada de questionar, de mostrar os desafios da atualidade e não fugir de polêmicas. A diversidade, claro que com prevalência do cinema europeu, também são marcas do festival alemão. Que me ouçam bem, mas em Berlim, cinema é coisa séria. Dieter Kosslick, diretor do festival, fala em 'um conjunto de grandes produções reunido com realizadores independentes, com fortalecimento dos últimos.' 
A abertura do Festival contará com a exibição do longa "The Grandmaster", de Kar Wai Wong e o júri será presidido pelo cineasta chinês Wong Kar Wer. O prêmio pelo conjunto da obra vai para o francês Claude Lanzmann, de 87 anos, que tem seu filme Shoah, de 1985, aclamado por muitos como melhor filme já realizado sobre o Holocausto; é de destaque também a premiação para o conjunto da obra de  um documentarista, fato que acontece pela primeira vez na história dos festivais.
O festival de Berlim não se restringe à exibição competitiva de filmes, mas também à história do cinema, a pesquisa de temáticas, às características gerais da atualidade psicológica humana, a pesquisa sobre técnicas e etc., sob a forma de fóruns, debates e conferências. A constelação inteira do céu do cinema parte hoje para Berlim, que atrai a cada ano mais americanos (esse ano concorrem com quatro filmes). Foi dito que se buscam respostas para a pergunta: ‘como o cinema pode refletir a realidade?’

 
 VIVA O CINEMA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário