quarta-feira, 13 de março de 2013

13 de março: Giorgos Seféris


Giorgos Seféris nasceu em Esmirna a 13 de março de 1900. Poeta, dramaturgo, ensaísta e diplomata, recebeu o Nobel de Literatura em 1963. Desde a primeira publicação em 1931 – ‘O ponto crítico’ – teve seu talento artístico reconhecido, marcado por sofisticado lirismo. Fazem parte de sua obra: A Cisterna (1932), História Mítica (1935) e Livro de Exercícios (1940)
 
A Folha  

Yorgos Seferis

Tremia tanto que o vento a levou
tremia tanto como não a levaria o vento
lá longe
um mar
lá longe
uma ilha ao sol
e as mãos apertando os remos
morrendo no momento em que o porto apareceu
e os olhos fechados
em anêmonas do mar.
Tremia tanto tanto
procurei-a tanto tanto
na cisterna com os eucaliptos
na primavera e no verão
em todas as nuas florestas
meu deus procurei-a.
[Fonte: Poemas Escolhidos, Relógio d'água. Tradução de
Joaquim Manuel Magalhães e Nikos Pratsinis
]

Nenhum comentário:

Postar um comentário