domingo, 7 de julho de 2013

Uma semana com YVES BONNEFOY 1



Estás agora só, apesar das estrelas,
Está perto de ti e longe o centro,

Andaste, andar tu podes, já nada mais muda,
A mesma noite sempre que jamais termina.

 
E vê, estás já separado de ti mesmo,
Sempre esse mesmo grito, e não o escutas,
És o que morre, tu que não tens mais angústia?

Estás mesmo perdido, tu que nada buscas?



Nenhum comentário:

Postar um comentário