domingo, 15 de setembro de 2013

APRENDIZ DE PRIMAVERA: A MORTE 8



 
ACTA EST FABULA – O ESPETÁCULO ACABOU

 “Segundo conhecida  tradição, essas seriam as palavras pronunciadas por Augusto em seu leito de morte: trata-se na realidade de um resumo do episódio narrado por Suetônio, segundo o qual o imperador moribundo teria antes perguntado aos amigos ‘se lhes parecia que ele tinha declamado bem a farsa da vida’ e depois teria recitado em grego os seguintes versos:  ‘se foi bom, aplaudi a peça e saudai alegremente enquanto nos despedimos'. Era  comum comparar a vida com uma peça de teatro: nas Epistule ad Lucilium, Sêneca fala de ‘esta farsa da vida humana’, e nos fragmentos de Petrônio alguém afirma que ‘quase todo mundo representa’. Entre os gregos, a tragédia e a comédia da vida já estavam presentes em Platão; Palas adverte que ‘toda a vida é teatro e comédia’. São vários os provérbios modernos ligados a esse antigo topos. Cite-se Shakespeare, Pascal, Montaigne, O. Wilde, Pirandello e Rabelais.

 In Dicionário de Sentenças Latinas e Gregas, Renzo Tosi, Martins Fontes, SP, 2000.

Nenhum comentário:

Postar um comentário