segunda-feira, 9 de setembro de 2013

VENCEDORES DO FESTIVAL DE CINEMA DE VENEZA/2013 - Surpresas!?

Surpresas – relativas, a meu ver – no festival de cinema de Veneza/2013. Venceu o Leão de Ouro, pela primeira vez, um documentário, do italiano Gianfranco Rosi: Sacro Gra. O filme trata da vida na periferia da grande Roma. Acho que a atenção crescente sobre os documentários é perfeitamente compreensível e acho, inclusive, que é um belo sintoma (sim, eu disse belo: sintomas são mensagens, só precisam ser decifrados) da contemporaneidade, inclusive no que diz respeito à novas narrativas, ou se preferirem, a uma nova compreensão sobre a ficção. Agrada-me muitíssimo. A presidência do júri, nesse ano, coube a Bernardo Bertolucci, por si, ponto a favor do festival. Estão falando bastante sobre o clima sombrio das produções, com destaque, para a violência. Algo de novo no reino?? Não creio; que a arte se debruce sobre a bruta, estéril e falida contemporaneidade; talvez, assim encontremos um rumo. Vejam os vencedores:
 
COMPETIÇÃO:
Leão de Ouro: "Sacro Gra", de Gianfranco Rosi (Itália)

Grande Prêmio do Júri: "Stray Dogs", de Tsai Ming-Liang (China)

Leão de Prata de Direção: Alexandros Avranas, por "Miss Violence" (Grécia)

Coppa Volpi de Melhor Ator: Themis Panou, por "Miss Violence"

Coppa Volpi de Melhor Atriz: Elena Cotta, "Via Castellana Bandiera" (Itália)

Prêmio Marcello Mastroianni de Revelação: Tye Sheridan, por "Joe" (EUA)

Roteiro: Steve Coogan e Jeff Pope, por "Philomena" (Inglaterra)

Prêmio especial do Júri: "Die Frau des Polizisten" (Alemanha)

Prêmio Luigi de Laurentiis para filme de estreia: "White Shadow", de Noaz Deshe

Mostra paralela Orizzonti
Melhor filme: "Eastern Boys", de Robin Campillo; Melhor Diretor: Uberto Pasolini, por "Still Life"; Prêmio Especial do Júri: "Ruin", Michael Cody e Courtin Wilson; Gran Prix: "Fish and Cat", de Sharam Mokri
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário