quarta-feira, 6 de novembro de 2013

PASSEIOS LITERÁRIOS



 W Somerset Maugham

W. SOMERSET MAUGHAM (1874-1965)

Filho de nobres ingleses nascido em Paris; ficou órfão muito jovem, perdeu Paris e foi educado na Inglaterra, por um tio paterno,  com extrema severidade. Tornou-se gago. Na adolescência foi estudar em Heidelberg, onde revelou inteligência e vocação literária, carreira inadmissível para a família. De volta à Inglaterra foi enviado à escola de Medicina em Londres. Dedicou-se à medicina por algum tempo, até a morte do tio, onde descobriu uma fonte rica para a literatura. Decidido a ser escritor, abandonou a medicina, começou a ler os clássicos e a viajar. Foi reconhecido desde os seus primeiros romances e tornou-se um dramaturgo de sucesso. Estabeleceu-se na Vila Mauresque, no sul da França. Pensou, então, que precisava escrever sobre sua infância e adolescência para ‘libertar-se’. Começou a trabalhar em SERVIDÃO HUMANA. Foi voluntário como chofer e auxiliar de enfermagem na Primeira Guerra; foi agente secreto do governo britânico em Genebra, EUA e Pacífico Sul e Rússia, onde adoeceu de tuberculose e retornou à Inglaterra. Fugiu de barco após a ocupação de Paris em 1940, a travessia do Mediterrâneo para Londres durou longos três meses. Retornou à sua mansão no Mediterrâneo após a guerra, em 1946. Morreu aos 91 anos. Os romances O FIO DA NAVALHA e SERVIDÃO HUMANA destacam-se no monumento literário universal.
 Livro Servidão Humana Somerset Maugham Literatura Estrangeir
  
William Somerset Maugham 

 O Fio Da Navalha W. Somerset Maugham

Nenhum comentário:

Postar um comentário