terça-feira, 17 de dezembro de 2013

GRANDES CARINHOS PARA VOCÊS:





O IMPOSSÍVEL CARINHO


Escuta, eu não quero contar-te o meu desejo
Quero apenas contar-te a minha ternura
Ah se em troca de tanta felicidade que me dás
Eu te pudesse repor
- Eu soubesse repor –
No coração despedaçado
As mais puras alegrias de tua infância!

In Antologia Poética, Manuel Bandeira, Livraria José Olympio Editora, RJ, 1978.

 Biografia e obras de Manuel Bandeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A PRIMEIRA VEZ

(TERCEIRO CONTO DO LIVRO 'INCONTÁVEIS') A PRIMEIRA VEZ Ele bate a coronha da arma na minha cabeça e fico momentan...