segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

DE SUGESTÕES 9

 
“Hoje em dia, quando a educação mais elaborada e o gosto mais cultivado reduziram a um conjunto de regras a arte de agradar aos demais, nossa conduta é governada por uma servilidade baixa e enganosa, de modo que todo preceito de polidez exige constante obediência. As boas maneiras nos são ditadas, e devemos sempre seguir seus comandos, nunca nossa própria natureza. Sob essa incessante restrição, já não ousamos parecer como de fato somos. Naquele rebanho de ovelhas a  que  chamamos sociedade, cada homem em situação semelhante faz exatamente as mesmas coisas que os outros [...] assim, não há mais nenhuma amizade sincera, nenhuma estima, nenhuma confiança segura. A suspeita, o ressentimento, o medo, a frieza, a reserva, o ódio e a traição estão sempre à espreita, ocultos por um véu de permanente e traiçoeira civilidade. Os sentimentos estão sufocados pela tão admirada urbanidade que devemos ao esclarecimento deste século. (Rousseau – 1750)

In O livro das citações, Eduardo Giannetti, Companhia das Letras, RJ, 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário