sexta-feira, 3 de outubro de 2014

PARA TODOS:



 sombras

VOZ
 ANTÔNIO CÍCERO

Orelha, ouvido, labirinto:
Perdida em mim a voz de outro ecoa.
Minto:
Perversamente sou-a.

In Guardar, Antonio Cícero, Record, RJ, 1996
 
Antonio Cicero. Filmes, quadros e, sobretudo, poemas, na série de palestras
Foto: Divulgação / Eucanaã Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A PRIMEIRA VEZ

(TERCEIRO CONTO DO LIVRO 'INCONTÁVEIS') A PRIMEIRA VEZ Ele bate a coronha da arma na minha cabeça e fico momentan...