quinta-feira, 4 de junho de 2015

Um brinde a Borges:

Ah! A mágoa absoluta: não lerás todos os livros!


"(...) Aquele esquecimento, agora insuperável, foi, quem sabe, voluntário; quem sabe as circunstâncias da minha evasão foram tão ingratas que, em algum dia não menos esquecido também, jurei esquecê-las".

in O imortal, O aleph, Jorge Luis Borges, Companhia das Letras, SP, 2014.


Nenhum comentário:

Postar um comentário