sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Walter Salles e o desconhecido familiar




walter salles e jia zhangke.jpg

Por puro acaso assisti ‘Um toque de pecado’ há poucos meses e fiquei muito impressionada. Mas estava longe de conhecer Jia Zhangke, a quem só descobri agora via Walter Salles; fica claro que Walter fez um ‘filme-Jia’ neste maravilhoso documentário fictício. Ou seria ficção documentada? 

 Zhang-Ke-Jia.jpg

Não importa. Importa que ganhamos um belíssimo filme sobre o amor: ao ser humano, ao cinema, à vida. Uma narrativa contemporânea por roteiro original e simples com montagem impecável. Uma delicadeza firme, inarredável.

JIA ZHANGKE, UM HOMEM DE FENYANG

Um cineasta conta a história de um cineasta contando a própria história com a ajuda de seus filmes... Precisa mais??

Jia-Zhangke-banner 
 
Primeira certeza: o cinema chinês vem para ficar. E Walter viu primeiro.
O filme presta enorme serviço não apenas a nós, brasileiros, ou a eles, chineses, mas a todos os sobreviventes das ferozes tiranias do século XX.
Delicados e irresistíveis resistentes. Viva o cinema!!

15239667


Nenhum comentário:

Postar um comentário