quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

QUE TEMPO?



MEU DEZEMBRO COMEÇA HOJE. COMEMORANDO UM PRESENTE MAIOR, IMENSO, IMENSURÁVEL,

IMPENSÁVEL,

SENSÍVEL,

ESTOU SILENCIOSA.

ESTOU EM MIM.

LONGE, MUITO LONGE DAQUI.

EU SABIA QUE DUAS MÃOS PODEM SE ENCONTRAR.



E SE ENCAIXAM BEM.


http://www.cultura.mg.gov.br/images/2015/Governo/livro%2011%2012.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A PRIMEIRA VEZ

(TERCEIRO CONTO DO LIVRO 'INCONTÁVEIS') A PRIMEIRA VEZ Ele bate a coronha da arma na minha cabeça e fico momentan...