sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

AMÓS OZ: UM MESTRE

Conheci Amós Oz há vários anos. Eu estava triste, desiludida, sem esperança. Um amigo deu-me um livro dele : CONHECER UMA MULHER. Ao terminar a leitura, senti-me curada da desesperança. Uma coisa inexplicável que eu quis que assim ficasse. E vieram os outros: Meu Michel, Cenas da vida na aldeia, O mesmo mar.... e os ensaios, por exemplo, Sobre o fanatismo, as entrevistas, as palestras. Aqui mesmo nesse espaço falei sobre Amós Oz muitas vezes. Hoje ele foi embora. Sinto-me mais só, mas também mais responsável. Não tenho direito de não ter esperanças. São tristes e sombrios os tempos. Mas por pessoas como Amós Oz, vale a pena erguer a voz, levantar a cabeça, amar o ser humano. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NO FUNDO NÃO HAVIA ÁGUA ou ENTRE O SUJEITO E A COISA

( nota prévia: esse é o primeiro conto do livro INCONTÁVEIS,  de que publicamos o prefácio antes. Como dissemos é um livro denúncia. Denú...